Economia

Publicidade

Economia

Projectos de desenvolvimento comunitário devem ser auto-sustentáveis

O Ministro da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico-Profissional, Jorge Nhambiu, reconhece que um dos desafios dos projectos de desenvolvimento comunitário, no país, é a sua auto- sustentabilidade apos financiamento.
©
Falando, em Maputo, na abertura da reunião do comité directivo do Programa Nacional Vilas do Milénio (PNVM), Nhambiu disse ser necessário identificar acções concretas que garantam a auto-sustentabilidade dos projectos de desenvolvimento comunitário, incluindo as vilas de milénio.
O governante apontou como exemplo, a Vila do milénio do distrito de Molumbo, na província da Zambézia, centro de Moçambique, que deve ser auto - sustentável para que depois de 2020, não haja descontinuidade no seu desenvolvimento.

"Queremos também recordar que esta vila do milénio (Molumbo) surge numa altura em que o país já estabeleceu seis (vilas de milénio). As experiencias positivas destas vilas devem inspirar-nos na sua implementação e os aspectos negativos devem fornecer lições para um seu melhor desempenho", disse.


Em Agosto de 2014, o Governo criou o projecto da vila sustentável de Molumbo financiado igualmente pelo Banco Islâmico de Desenvolvimento (BID) num total de 11 milhões de dólares, por um período de cinco anos, e que espera beneficiar cerca de 140 mil habitantes pertencentes a 20 comunidades daquele distrito.
Baseado em agricultura, saúde, educação, água e saneamento, infra - estruturas e agro processamento, o projecto enquadra-se nos esforços que o Executivo tem empreendido para melhorar as condições de vida das comunidades a partir do uso de abordagens de investigação, transferência de tecnologias e inovações.
Num outro desenvolvimento, a administradora de Molumbo, Engrácia Massina, disse que o projecto esta a mudar positivamente a vida da população naquele distrito.
"Eu quero acreditar que de facto, (o projecto) vai trazer um grande impulso no desenvolvimento económico do distrito", sublinhou Massina, falando a AIM momentos após a abertura da reunião em alusão.


A administradora, que participa no encontro, apontou o milho, feijão-manteiga, tabaco e soja, como "grandes culturas" desenvolvidas naquele distrito.
Um dos desafios do Molumbo consiste em combater as exportações de produtos moçambicanos para o Malawi que, após o processamento, apresentam o rótulo deste país vizinho.
Em 2006, o governo concebeu o PNVM com o objectivo de reforçar a capacidade das comunidades, através da transferência de tecnologias e inovações.
Actualmente, o país tem sete vilas do milénio, nomeadamente, as vilas do milénio de Chibuto e Lionde (Província meridional de Gaza), as vilas do milénio de Lumbo, Itoculo (província nortenha de Nampula), a vila do milénio de Malua, Molumbo (província de Zambézia), e a vila do milénio de Chitima (província central de Tete)


fonte:AIM